Peças Encenadas

O Apocalipse Segundo Santo Ernesto de La Higuera

O APOCALIPSE SEGUNDO SANTO HERNESTO DE LA HIGUERRA

Foi encenado no Teatro de Câmara em 9 de outubro de 2012, em Porto Alegre. O texto é um musical, uma fábula contemporânea em que o mítico Che Guevara encontra personagens igualmente icônicos como Marylin Monroe, Frida Kahlo, Luz del Fuego, Salvador Allende, Gláuber Rocha e Pancho Villa.

Depois de morto o Che é chamado por Deus, que lhe comunica que ele será o novo santo, agora com o nome de Santo Ernesto de La Higuera, povoado boliviano onde foi assassinado. Deus lhe dá para ler o “Apocalipse”, de São João, e Guevara, em troca, lhe oferece o seu “Manual de Guerrilha”. Entre as cordilheiras o Che enfrenta os 7Dragões do Mal, Mussolini, Stalin, Pinochet, Idi Amin, Pol Pot, Sadan Hussein e Bin Laden. O argumento fantástico transforma a guerrilha numa festa exuberante latino americano, enquanto o Dragão do Apocalipse, Hitler, ameaça arrasar a terra.

Em cena estava a nata do teatro gaúcho, reunindo o grupo de dança Terpsí, o coral Canta Ventos regido por Simone Rasslan e 21 atores, entre eles Leonardo Machado (Ganhador do Kikito de melhor ator), Luís Paulo Vasconcelos, Sandra Dani, Carlos Cunha, Lurdes Eloy e Araci Esteves. A direção foi de Maurício Guzinski e a data marcou os 45 anos da execução de Che Guevara.

Esta superprodução teatral tinha mais de 50 artistas no palco, entre atores, bailarinos, cantores e músicos. Só foi possível graças ao dinamismo e à eficiência de alguns notáveis empreendedores da área de artes cênicas de Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA:
Elenco: Leonardo Machado, Luiz Paulo Vasconcelos, Adriano Basegio, Walnei Costa, Alexandre Vargas, Carlos Cunha, Gustavo Muller, Sandra Dani, Nestor Monastério, Daniela Aquino, Lurdes Eloy, Araci Esteves, Vinícius Meneguzzi, Vinícius Petry, Fernando Sugno, Celso Sant’Anna, Naiara Harry, Luís Franke, Vinícius Cáurio, João Batista Diemer e Jorge Olimpio.
Composição, Arranjos e Regência dos Cânticos Gregorianos, Piano e Voz: Simone RasslanCorpo e Voz dos Monges Gregorianos: Coral Cata Ventos, com 32 vozes.
Provocações Coreográficas: Carlota Albuquerque Corpo de Baile dos 7 Dragões e dos 7 Santos e vozes dos Guerrilheiros, Soldados, Camponeses e Turistas: Terpsí Teatro de Dança, com os bailarinos: Angela Spiazzi, Francine Pressi, Gabriela Peixoto, Gelson Farias, Natália Karan, Nícolas Vargas e Raul Voges.
Adereços Cênicos: Zoé Degani
Maquiagem: Fabrizio Rodrigues
Coordenação Técnica e Iluminação: Gerry Marquez
Divulgação de Redes e Desgin: Sue Gotardo
Produção Executiva: Cláudio Nunes e Iuri Wander
Assistência de Direção e Coordenação de Produção: Joice Rossato
Direção Geral: Maurício Guzinski
Produção e Comunicação: Aresta Cultural
Realização: Breno Ketzler – Coordenação de ArtesCênicas/SMC/PMPA

DATA DE ESTREIA:
09 de outubro de 2012 no Teatro de Câmaraem Porto Alegre/RS

GALERIA DE FOTOS

LEIA O PROGRAMA DA PEÇA